O tom intimista, e a contemplação daquilo que é o objectivo para qualquer betetista fazem do novo filme de Brett Rheeder uma obra sublime.

SlopestyleTrekBrett RheederCanadá