Nova Specialized S-Works Shiv Disc

POR: Tiago Rio

A história da Specialized no triatlo é longa. Até mesmo o Ned Overend correu no primeiro Ironman em Kona, em 1980, dez anos antes de ter ganho o primeiro Mundial de Montanha.

Durante este tempo, a Specialized continuou a empurrar o desporto para a frente, em saltos evolutivos. Das rodas DuPont Trispoke, em 1989, à Shiv de 2011 que desafiou as normas UCI, o seu objetivo tem sido sempre a redefinição da velocidade. E aqui está de novo, com uma nova forma de velocidade, a nova Shiv Disc.

Durante anos, a equipa tem estado a desenvolver protótipos do zero com os seus atletas, no Win Tunnel, e o que criaram é uma bicicleta especificamente desenhada para Kona, com um foco revolucionário na aerodinâmica, no armazenamento da nutrição/alimentação e no ajuste: Aero, Fuel e Fit.

Vejamos as características da nova Shiv Disc:

AERO

  • 2008: A herança de triatlo começa com a produção da Transition totalmente em carbono.
  • 2011: A primeira geração da Shiv fixa o recorde do percurso no Ironman Kona.
  • 2018: A nova Shiv Disc fixa o padrão para velocidade, utilizando armazenamento e fit para aumentar a performance aero.

FUEL

  • A Hydration Fuelcell removível e abastecível carrega até 1,5L de hidratação.
  • A Nutrition Fuelcell tem espaço para levar 4 a 5 barras, 5 a 6 gomas, ou 10 a 12 géis.
  • Os pontos de fixação no tubo superior e tubo de selim permitem mais opções de armazenamento.

FIT

  • Dados de ajuste Retül levaram a ter quatro tamanhos, cada um com amplas possibilidades de ajuste do stack e reach.
  • Base do guiador ajustável não apenas assegura a posição correta, como a torna excecionalmente fácil de transportar.
  • Extensores do Aerobar usam o standard OD da indústria de 22,2mm, para que possa utilizar os extensores que quiser.

Em suma, existe uma tonelada de tecnologia revolucionária no nova Shiv Disc, e a Specialized espera que os triatletas fiquem tão entusiasmados como eles em redefinir o que uma bicicleta específica de triatlo pode ser.