Sapato de estrada de alta performance Shimano RC7

POR: Dário Santos
FOTOS: Tiago Rio

O sapato Shimano RC7, ocupa o segundo lugar na hierarquia de topos de gama da Shimano, apenas sendo ultrapassado pelo Shimano RC9 S-PHYRE. Se procuras um sapato de qualidade superior, apto tanto para treinos intensivos como para a maior parte das competições sem ter de gastar rios de dinheiro, talvez esta seja a escolha certa! 

A experiência começa logo no primeiro contacto quando o retiramos da caixa, um sapato elegante com um toque suave e evidentemente leve (apenas 245gr.) mas com uma sola de elevada rigidez. Nota-se um grande cuidado por parte da Shimano em tornar o sapato esteticamente agradável com o seu grafismo e esquema de cores detalhado, mas não só.

No que toca a performance estamos perante um modelo com a sola em compósito de fibra de carbono ultra rígida, com a tecnologia SHIMANO DYNALAST que ajuda a reduzir a tensão na zona plantar do pé acabando por atenuar a fadiga muscular nas pernas em tiradas mais longas. 

Este modelo conta também com uma característica, que apesar de já ser comum na gama alta da Shimano nunca é de mais referir: o espaço alargado para instalação das travessas permite um grande nível de regulação na instalação, o que facilmente se reflete num maior conforto ao pedalar.

Quando chega o momento de calçar os RC7 é evidente a grande facilidade com que colocamos o sapato no pé, assim como a rapidez com que o ajustamos e apertamos a fivela de velcro. O restante aperto é feito através de um fecho BOA com micro ajuste, que serve tanto para apertar como para desapertar, de forma extremamente rápida e precisa.

Durante o treino temos um sapato sempre fresco devido às várias entradas de ar na sola e perfurações por todo o peito do pé, mesmo quando testado em condições de intenso calor e durante sessões de mais de quatro horas. Se ainda assim houver necessidade, reajustar os apertos em andamento é possível e muito fácil: apenas com dois dedos conseguimos girar o aperto para um lado ou para o outro para apertar ou desapertar. É também nas tiradas mais longas que se faz sentir a diferença da sua sola ultra rígida pois nunca sentimos uma pressão descompensada na zona de contacto com o pedal, é sempre muito uniforme em toda a planta do pé. 

Este modelo possui ainda um reforço em plástico no calcanhar e na ponta do pé, para o tornar um pouco mais resistente nas situações em que é necessário sair da bicicleta ou simplesmente apoiar o pé no chão ao circular no trânsito. Nestas situações a sola de carbono fica protegida, no entanto estes pequenos reforços não são substituíveis.

É aqui que apontamos um ponto fraco aos RC7: geralmente quando se gasta mais de 150€ num sapato vamos querer que ele mantenha o bom aspeto durante o máximo de tempo possível, porém com os RC7 torna-se difícil terminar a primeira utilização sem uma marca que seja. Apesar do seu bom aspeto, é com enorme facilidade que, por exemplo, ao parar num semáforo nos apoiamos na ponta do pé e acabamos por riscar a ponta do sapato, é como que se fossem pintados com uma fina camada de tinta que ao mínimo contacto com o asfalto desaparece. O mesmo pode acontecer simplesmente ao “procurar” o pedal para encaixar.

Posto isto, consideramos que os Shimano RC7 são uma das melhores escolhas presentes no mercado para este nível de preço e que vão satisfazer todas as necessidades da maioria dos utilizadores que procuram um bom calçado de gama Performance.

FICHA TÉCNICA

Prós: Leve. Grande rigidez da sola. Sistema de aperto muito preciso e fácil de reajustar.

Contras: Revestimento fraco, pouco resistente à abrasão e ao contacto com o asfalto.

Peso: 245gr

Preço: €199

Site do fabricante