Os números da 79ª Volta a Portugal

POR: Tiago Rio


Chegada coincidente com uma contagem de montanha de primeira categoria. Será na quarta etapa, com final na Senhora da Graça. 

4 
Corredores do pelotão da 79.ª Volta a Portugal já venceram a corrida em anos anteriores: Ricardo Mestre (2011), Alejandro Marque (2013), Gustavo César Veloso (2014 e 2015) e Rui Vinhas (2016). 

18 
Equipas compõem o pelotão da Volta. Seis são portuguesas, todas de categoria continental. Das doze forasteiras, há onze continentais e uma continental profissional, a Israel Cycling Academy. 

25,7 
Quilómetros a ser percorridos em sistema de contrarrelógio individual. O prólogo, em Lisboa, tem 5,4 quilómetros, e o contrarrelógio da última etapa, em Viseu, conta com 20,3 quilómetros. 

27 
Nações representadas no pelotão da Volta. 

29 
Prémios de Montanha ao longo de toda a corrida, distribuídos da seguinte forma: um de categoria especial, dois de primeira categoria, seis de segunda, quinze de terceira e cinco de quarta. 

90 
Anos. A Volta a Portugal torna-se nonagenária à 79.ª edição, pois a primeira edição da corrida aconteceu entre 26 de abril e 15 de maio de 1927. 

125 
Pontos para o ranking internacional é quanto vai conquistar o corredor que termine a competição com a camisola amarela. A vitória numa etapa vale 14 pontos.

214,7 
Quilómetros é a extensão da etapa mais longa da prova, a segunda, ligando Reguengos de Monsaraz a Castelo Branco. 

1626,9 
Quilómetros é a distância total das dez etapas e do prólogo da Volta a Portugal de 2017. 

16045 
Euros é o valor do prémio pela conquista da Volta. A vitória numa etapa vale €3060 e o primeiro lugar no prólogo assegura €1490.


Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo