Seleção nacional enriquece pelotão das Aldeias do Xisto

POR: Tiago Rio

A Seleção Nacional é a 19.ª equipa a confirmar a participação na Clássica Aldeias do Xisto, prova internacional que se disputa no próximo domingo, unindo a Aldeia da Barroca, Fundão, à Aldeia da Cerdeira, Lousã. 

A Equipa Portugal, orientada por José Poeira, irá conjugar a experiência de André Cardoso, Ricardo Vilela e Tiago Machado, com a juventude dos sub-23 André Carvalho, Daniel Viegas, Ivo Oliveira, João Almeida e Rui Oliveira, proporcionando aos mais jovens uma corrida de preparação para os compromissos da Taça das Nações em contexto competitivo de grande exigência. 

A dificuldade da Clássica das Aldeias do Xisto reside na qualidade do pelotão e no percurso escolhido para conjugar a beleza da região com o espectáculo desportivo. O pelotão contará com cerca de 150 ciclistas, oriundos de nove países: Austrália, Bolívia, Colômbia, Espanha, França, Noruega, Polónia, Portugal e Rússia. Além da Equipa Portugal, participam todas as equipas continentais e de clube lusas, assim como as formações Burgos BH, Caja Rural-Seguros RGA, Equipo Bolivia, Lokosphinx e Team Sparebanken Sor. 

O traçado, com 140,6 quilómetros, é um autêntico roteiro turístico pela beleza patrimonial e paisagística das Aldeias do Xisto, começando na Aldeia da Barroca para terminar na Aldeia da Cerdeira, com passagem por Janeiro de Baixo, Janeiro de Cima, Fajão, Casal Novo, Talasnal e Candal. 

A viagem, em permanente sobe e desce, engloba quatro subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores. Os últimos 22,7 quilómetros adivinham-se demolidores, encadeando as duas escaladas mais difíceis, a subida de primeira categoria para o alto de Catarredor, com diversos troços de inclinação superior a 10 por cento, e a ascensão para a meta, uma segunda categoria com 1500 metros de extensão, pendente média de 11 por cento e rampas que se aproximam dos 20 por cento. 

A Clássica Aldeias do Xisto tem o aliciante adicional de ser a derradeira prova pontuável para o Troféu Liberty Seguros, uma competição que está ao rubro, tendo Amaro Antunes (W52-FC Porto) e Francisco Campos (Miranda/Mortágua) empatados no comando. 

É o evento de competição de referência do projeto piloto Cyclin’Portugal, o primeiro após a assinatura do protocolo de parceria entre a Federação Portuguesa de Ciclismo, a Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto e a Turismo Centro de Portugal. 

Com a assinatura daquele documento o projeto Cyclin’Portugal estabelece uma ação concertada destas entidades para, agora a partir de um projeto piloto nas Aldeias do Xisto, continuar a promover Portugal como um destino de excelência para os amantes da bicicleta em todas as suas vertentes. 
BTT internacional em Marrazes 

A freguesia de Marrazes, concelho de Leiria, recebe no próximo domingo o arranque da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO). A competição, a disputar na primeira pista permanente de XCO do país, está inscrita no calendário internacional, como C3. 

Sábado será dia de treinos e de adaptação ao traçado. A competição está marcada para domingo. Às 9h00 competem os cadetes, os masters e os paraciclistas. Às 11h00 entram em liça os juniores e todas as categorias femininas. A corrida de elite e sub-23 está marcada para as 14h30. 

Em paralelo com a prova da Taça de Portugal de XCO, realiza-se em Marrazes, a partir das 10h00 de domingo, o 1.º Encontro Inter-Regional de Escolas de Ciclismo, vertente de BTT, da Zona B. 

Outro troféu que arranca no próximo fim de semana é a Taça de Portugal de BMX Race. As duas etapas inaugurais arrancam na pista de Quarteira, Loulé. No sábado corre-se a partir das 16h00. As provas de domingo começam às 10h30. 

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, será comemorado, sobre rodas, quatro dias mais tarde. É no domingo, 12, que se realiza, em Lisboa, o Passeio Feminino em Bicicleta, 19,9 quilómetros com partida e chegada na Alameda dos Oceanos, no Parque das Nações. O tiro de partida será dado às 10h00.